Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Enche-te de inveja Juiz de Matos!!!!

 

Diário de um manco, segundo dia, já consigo andar qualquer coisa mas parece que tenho uma prótese na perna…
Vão se lixar mas esta cena do “diário de bordo” é muita fixe, parece a série Entreprise ou Star Trek!
Bem, depois deste momento de puro egoísmo que me vai valer uns quantos comentários ofensivos a minha pessoa, voltamos ao tema principal do blog de maneira a ver se sai daqui alguma coisa que se aproveita. Hoje vou vos falar de um filme que recebeu alguma publicidade e depois foi um bocado mau tratado pela crítica, mas como a critica para mim não têm grande importância (eles só fazem boas criticas a filmes que tem grandes orçamentos) vamos lá dar a minha opinião. Falo de o filme The Illusionist. The Illusionist conta a história de Eisenheim (Edward Norton) que ganha a vida a fazer truques de ilusionismo, que tinha como antiga paixão Sophie (Jessica Biel, não sei porquê mas quando penso nesta senhora começo me a babar). Mas esta ia-se casar com o príncipe Leopold (Rufus Sewell) e claro que este não via com bons olhos esta relação de Eisenheim e Sophie. Este vai sendo humilhado pelo Eisenheim com truques preparados por ele (há um da espada que um gajo fica mesmo, como é que o gajo fez isto) ele decide acabar com esta relação e Shopie morre numa das suas discussões, Eisenheim ressuscita-a para contar a verdade sobre a sua morte. Este filme é um bom filme apenas com algumas falhas: podia ter mais truques e ter uma história mais original (ela ser estar noiva de um príncipe já é velha) mas de resto é um bom filme. Há outra coisa, só para me gavar, eu conheço o Luiz de Matos e ele não saba ainda como é que Eisenheim fez o truque da espada, ou simplesmente não me quis dizer!!!
 
Eisheim, use the force!!!
 
Bola de cristal, mostra-me os números do Euromilhões que o negócio está fraco!!!
 

publicado por cinemamaster às 23:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 19 de Agosto de 2008

Eu sou mas é um ricalhaço…

Desde já peco desculpa pelo o post era para depois editá-lo e esqueci-me. Agora vamos lá ao que interessa, I am the legend não sei como ainda não falei deste filme. Na cidade de Nova York um vírus experimental espalha-se fazendo que todas as pessoas se tornem inexplicavelmente (porra, esta palavra é mesmo grande) violentas, violentas do tipo ir comprar o CD da Hannah Montana (ok, se calhar estou a ser um bocado exagerado) esse vírus espalha-se de tal maneira que todas as pessoas do planeta são afectadas… ou não, o corpo Robert Neville (Will Smith) desenvolve uma resistência ao vírus fazendo dele o único sobrevivente da cidade. Caçando veados de dia, esconder-se destes psicozombies à noite, lavando a sua cadela (o nome da cadela não estava no imdb), tentar engatar miúdas bonecas e procurando uma cura para este vírus no sangue dele, Robert começa a desesperar quando a sua cadela contrai o vírus e ele têm que a matar, ficando completamente sozinho ele fica farto, farto das criaturas que ceifaram a sua família e a sua cadela, decide acabar com elas matando mas quando ele está mesmo para se matar ele é salvo, fazendo que a sua esperança de haver mais alguém no mundo. Este filme é feito à minha medida, drama, terror psicológico (tentem ficar sozinhos numa claque do Porto, é case a mesma coisa) e um final triste.

 

Anda Lassy vamos ver se encontramos uns monstros para curar!!!

 

Se eles vierem para aqui eu dou lhes com um campõ daquele que tira caspa e carne!!!

 


publicado por cinemamaster às 23:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008

Não chateiem os condutores de táxi…

Qualquer pessoa já andou de táxi, mas toda a gente vê os condutores de táxi como gajos bem dispostos que não fazem mal a ninguém…. Errado, podem ser gajos todos lixados com uma veia assassina (nota: isto acontece-me sempre que entro para um táxi, pois o gajo vê que eu sou um homem começa logo a falar de futebol, e, bem isso não é o meu forte). Este tipo de taxistas pode ser visto na obra-prima de Martin Scorsese, Táxi Drive de 1976. Travis Bickle (Robert De Niro, não sei porquê mas este gajo para mim sempre teve cara de mafioso mas é um excelente actor) era um veterano do Vietname que vivia isolado da sociedade de Nova York e conduzia o celebre táxi amarelo à noite para ocupar as suas noites pois tinha insónias. Sempre com a ideia que as ruas de Nova York eram um antro de perdição e crime, ele esperava por alguém limpar as ruas. Um dia convida Betsy (Cybil Sheperd) uma das publicitárias do candidato a senador para sair e se acham que Travis fez um jantar romântico a luz das velas com vinho de qualidade enganam-se, ele simplesmente levou ao cinema, ver um filme porno… Ok, eu posso não ser muito bom com as raparigas mas sei perfeitamente que nunca se deve levar uma ver um filme porno, bronco. Bem, como devem calcular aquilo não correu bem e para piorar quando ele tenta fazer uma boa acção tentando persuadir uma prostituta menor para voltar para os seus pai e escola é escorraçado pelo chulo dela. Pronto quando a mostarda chega ao nariz está tudo lixado, pensou ele, farto de ser gozado pela sociedade e decidido a limpar o crime das ruas ele compra quatro armas para limpar o sebo a algumas pessoas chatas. Um dos maiores filmes Scorsese, recomendo a ver para relembrar a famosa fala "Are you talking to me?".

 

Vem agora o dE niro já não tem tanta a mania de ser mafioso!!!  

 

 

Ei, aponta isso para outro lado, ainda arrancas uma cabela alguém!!!!

 

tags:

publicado por cinemamaster às 20:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 5 de Agosto de 2008

Insónias lixadas…

Quando tinha quatro anos fui operado, devido a idade tão tenra eu estava muito assustado, afinal eles iam me abrir o bandulho todo. Estava com medo de morrer durante a operação, tal como muitas pessoas, o que é um pouco estúpido já que a maior parte não se apercebe da sua morte. Não sei se notaram mas eu disse a maior parte, algumas pessoas ficam conscientes quando é lhes administrado a anestesia, esse fenómeno é chamado de anestesia consciente. O paciente fica consciente da dor e do que se passa à sua volta mas num estado de paralisia. No filme Awake é tratado esse assunto, um rapaz jovem, Clay Beresford (Hayden Christensen) um bilionário com problemas de coração vai fazer um transplante de coração. Com a recente esposa Sam (Jessica Alba) e a sua mãe Lilith (Lena Olin) a dar lhe apoio e com o seu amigo cardiologista/cirurgião Jack (Terrence Howard) a fazer-lhe a operação nada parece correr mal. O problema é que a anestesia não faz o efeito que devia fazer Clay cai numa paralisia total mas sentido a dor, ora estamos a falar de um transplante de coração, o que significa abrir o peito o que deve doer um pouquinho. Clay luta contra a dor mas sempre com o alívio de estar nas mãos de Jack o que o não vai deixar morrer…. Errado!!!! Clay vê-se no meio de uma conspiração para lhe sacarem o dinheiro, porra, já deve ser chato estar ali a sentir a dor e depois querem matar-nos e nós ali a ouvir tudo sem podermos fazer nada, isso não tem jeito, ainda mais que eu sou um gajo do tipo “ ai é queres me matar, está bem mas também levas”. Awake é um filme dramático e interessante e pela primeira vez podemos ver a Jessica Alba a fazer papel de cabra, recomendo a verem.   

 

Ora vamos lá ver como é que vamos te mata... quer dizer suturar-te!

 

 

Meu, esta cena dá mesmo uma pedrada até parece que estou acordado, espera ai eu estou acordado, porraaa!!!!

 

 

 


publicado por cinemamaster às 16:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 8 seguidores

pesquisar

 

Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Enche-te de inveja Juiz d...

Eu sou mas é um ricalhaço...

Não chateiem os condutore...

Insónias lixadas…

arquivos

Novembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

acção

actores

adapatção

animação

comédia

comedia romantica

drama

está para vir...

estupidez

fantasia

séries

terror

terror psicológico

todas as tags

Não se atraze !!!

Musica


Contador De Visitas

Contador de acessos
Lojas de Carros

Visitantes Online

SAPO Blogs

subscrever feeds